terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Uma só dose pode ser letal


Nós últimos dias, depois de um episódio que acho que não vale a pena contar, um casal amigo meu acabou brigando. Bem, pra falar a verdade, eles brigaram que entre aspas, sabe ? É entre aspas quando o clima tá pesando demais, em deixa claro que quer brigar mas acaba não desabafando, e não coloca tudo 'em pratos limpos'.
E é desse jeito que é pior, sabiam ... quando você sufoca os seus sentimentos, não tem como ficar sabendo o que aconteceria se você não tivesse sufocado. Coisa que só serve para gerar frustrações e, como se não bastasse, a nossa amiga (ou diria inimiga) desconfiança insiste em aparecer ... e não é fácil burlá-la, tanto que há que diga, teóricos evolucionista por exemplo, que ela está em nossa natureza como instinto de sobrevivência.
Funciona como uma coisa que se limita com o medo que, paradoxalmente, salva as nossas vidas ... como o que poderia acabar evitando que nossos antepassados, hábeis caçadores (o nem tanto ...) virasse janta de algum predador. Se isso for mesmo tão inerente a nossa natureza, o medo anda lado a lado com a desconfiança. Podem ter certeza de que a sensação de medo se aproxima muitos do do medo, aquela é o primeiro passo ou um sinal daquele.
É o que acontece quando você quer se preservar, que evitar que seja aberta uma ferida de qualquer natureza ... e o pior é quando você não dá o braço a torcer, se cala, finge que nada acontece, ou não finge mas faz as coisas pela metade para não parecer fraco diante do outro.
Não misture desconfiaça e silêncio, é uma combinação fatal. Falo isso não só para quem lê, mas também para mim mesma... um dia terei que colocar a teste o que eu escrevi, vou ver se funciona...








Ósculos e Amplexos para quem passar por aqui ...

2 comentários:

Robs disse...

Oi linda...dei uma sumidinha basica...mas é pq o tempo ta mto corrido, mas to voltando aos poucos.

Concordo que desconfiança e silencio nao combinam...mas tb estou precisando colocar isso em pratica.

Bjokas!

João da Silva disse...

Profundidade, minha linda, é o que não lhe falte; logo, creio que funcionará, sim!
Beijinhos carinhosos do João